CHAVES: Luta pela igualdade de género traz jovens de toda a Europa a Chaves

2022-05-19 15:48:40

30 jovens internacionais chegam a Chaves para o projeto Europeu ''Why so different?'', coordenado pela Associação Inspira! Os jovens, entre 18 e 30 anos, vêm de cinco países e trabalham como voluntários em Organizações Não-Governamentais.

Oriundos de várias zonas da Europa, estes jovens “trazem experiência em desenvolver projetos e iniciativas de educação cívica nas suas comunidades e em travar lutas constantes pela sensibilização das populações locais e vão utilizá-los para criar planos conjuntos para o combate à desigualdade de género nos jovens de Chaves e da Europa”.

Segundo o presidente da Inspira!, Renato Teixeira Gil, “acima de tudo, o projeto visa estimular na comunidade e nos jovens locais e internacionais uma perceção da forma como os papéis pré-estabelecidos para cada género são opressivos para a juventude, limitando as suas perspetivas, as suas oportunidades e a sua participação na sociedade local. E, com tudo isto, motivando-os a criar ações de educação e intervenção cívica para educar as suas comunidades e reforçando, assim, a posição dos jovens flavienses como veículos de mudança para a situação da região”.

De 24 de maio a 2 de Junho, a Inspira! e os seus participantes, vão organizar workshops, formações, debates, simulações, intervenções de rua e peddy-papers pelas atracções da cidade, envolvendo também a população jovem local nas mesmas. Durante o intercâmbio, os jovens criarão ainda uma campanha de vídeos de sensibilização, realizados e editados pelos mesmos e que serão depois exibidos numa apresentação final na Escola Secundária Dr. Júlio Martins, seguindo-se um debate aberto com os alunos e professores.

Este projeto é financiado pela Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação, sob as diretrizes da Comissão Europeia e contará com jovens de Portugal, Finlândia, Espanha, Arménia e Ucrânia. Esta é a mais uma das várias atividades de intercâmbio Erasmus+ planeadas pela Inspira! para a cidade de Chaves, que, desde a sua fundação em 2017, recebeu já mais de 200 jovens internacionais em Chaves, em projetos educativos focados em temas como a discriminação de minorias, a luta ambiental ou o empreendedorismo jovem em zonas rurais.

Segundo Renato Gil, “o objetivo do nosso trabalho europeu é, a longo prazo, mudar o paradigma da juventude na cidade e região, promovendo a criação de oportunidades, o empreendedorismo jovem, a dinamização cultural e social e, acima de tudo a alteração da mentalidade e atitude da comunidade Flaviense em relação aos seus jovens”.

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso