CHAVES: Beneméritos foram homenageados pelos bombeiros

2022-05-23 16:50:45

No âmbito das comemorações do dia do Bombeiro teve lugar em Vidago uma parada com condecorações aos Bombeiros Voluntários de Vidago e bênção de seis viaturas.

Os Bombeiros Voluntários de Vidago não deixaram passar em claro a coincidência das datas e aproveitaram o aniversário de um dos seus maiores beneméritos, João Negreiro Guedes, que reside nos Estados Unidos, para o surpreender e prestar uma merecida homenagem, com a colocação de um busto seu, no quartel dos soldados da paz que tanto tem ajudado. O descerrar da bandeira que cobria o busto emocionou o arquiteto João Negreiro Guedes, que se sentiu lisonjeado mas com tanta emoção nem conseguiu falar sobre o assunto.
Quem também muito tem ajudado os bombeiros é Pedro Gonçalves (Pote). Maria Pereira, mãe do jogador do Sporting, representou o seu filho no batismo, descerrando uma placa.
O futebol de Pedro Gonçalves joga-se muito para lá das quatro linhas e isso demonstra-se, por exemplo, a cada final de época. O ano passado, poucos dias após ter sido campeão nacional, o jogador do Sporting foi até Vidago, terra natal no município de Chaves, entregar uma camisola aos bombeiros voluntários, instituição que lhe diz bastante e este domingo, a mãe Maria descerrou a placa que o confirma como ‘’padrinho’’ de uma viatura de combate a incêndios que o próprio ajudou a comparticipar.
No final das condecorações e já no Salão Nobre, Bruno Henriques, Comandante dos Bombeiros de Vidago, aproveitando a presença do vereador Nuno Coelho Chaves, lançou o desafio de criar uma escola de bombeiros no antigo heliporto em Vidago.
Nuno Chaves ouviu com atenção todos os intervenientes e para além de garantir que a proposta do comando iria ser analisada e discutida por todos, fez questão de abordar a deslocalização do helicóptero de Vidago para Chaves, explicando todo o seu enquadramento legal. ‘’A definição do dispositivo de meios aéreos, no que concerne à sua tipologia, número, localização e período da operação, foi, é e será da exclusiva competência da ANEPC, Associação Nacional de Emergência e Proteção Civil.’’
Segundo o vereador, ‘’a Câmara Municipal, congratula-se pelo facto do Concelho de Chaves conseguir acolher, mais um ano, o meio aéreo que integra o dispositivo especial de combate a incêndios rurais, ao serviço da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, e disponibilizar sete Equipas de Combate aos Incêndios, uma equipa de Serviço de Brigada de Aeródromo, duas Equipas de Apoio Logístico ao Combate, e cinco equipas de intervenção permanente, pois em breve serão constituídas as segundas EIP’s nos Bombeiros de Vidado e nos Bombeiros Flavienses, num total de 67 elementos, aos quais acrescem os diversos elementos do Quadro de Comando das três Corporações do Concelho que farão CPOs, durante o DECIR. Somos o concelho do distrito que mais elementos e meios disponibilizará para o Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais. Somos um exemplo para os outros em disponibilidade e empenho.’’
No final e para encerrar a cerimónia, Nuno Coelho elogiou os Bombeiros. ‘’A prova de força que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vidago transmite, reflete a confiança que os nossos concidadãos têm em vós. E essa confiança tem história. Essa história tem rostos. Permitam-me que destaque um rosto que se confunde com a da própria Associação, o Sub-Chefe Zé Pinto. O Zé é a personificação de um bombeiro. De trato cuidado e generoso, com um forte sentido de comunidade, solidariedade e humanismo. Ao Zé, a todos os Bombeiros devemos a nossa segurança, proteção e bem-estar, a que devemos corresponder, sempre, com trabalho, respeito condições e reconhecimento. Esse deve ser o nosso compromisso, sejam quais forem as circunstâncias,’’ concluiu o vereador da Câmara Municipal de Chaves.


Paulo Silva Reis

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso