CHAVES: Detetada fuga de água nas tubagens do MACNA

2022-05-25 17:55:22

Tubagens do circuito do sistema de climatização da biblioteca apresentavam um estado adiantado de corrosão metálica.

Na sequência da execução dos trabalhos de preparação de uma nova exposição no Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso (MACNA), iniciados no passado dia 19 de abril, foi detetada uma fuga de água com origem nas tubagens que alimentam o circuito do sistema de climatização da biblioteca, as quais apresentavam um estado adiantado de corrosão metálica, informou o Município de Chaves.

Segundo a autarquia e após peritagem para se determinar a extensão dos danos, foi aferido o mau estado de conservação das tubagens metálicas, obrigando a uma intervenção imprevista para a recuperação do sistema de climatização com alguma extensão.

“Considerando que o controle das condições ambientais nas salas de exposições do museu não estará operacional até se recuperar essa parte do circuito do sistema de climatização, o qual garante a estabilidade dos valores de temperatura e humidade nas salas, e cuja estabilidade é essencial à conservação de obras de arte a expor, não se poderão acolher novas exposições”, esclareceu o Município.

Neste âmbito, e para concluir as obras de reparação já iniciadas, bem como para a instalação da nova exposição prevista, “haverá necessidade de prolongar a data de reabertura do equipamento ao público. Assim, prevê-se que o MACNA irá reabrir as suas portas aos visitantes no próximo dia 1 de julho”, com a exposição ''Olhares Modernos. O retrato na pintura, escultura, desenho (1919-1950)'', em colaboração com o Museu Nacional de Arte Contemporânea e no âmbito do protocolo assinado entre o Município de Chaves e a DGPC a 29 de junho de 2019.

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso