CHAVES: Obras na Unidade de Hemodiálise do Hospital de Chaves arrancaram

2022-06-07 09:44:30

Prometidas desde 2019 as obras de melhoramento e alargamento da Unidade de Hemodiálise do Hospital de Chaves arrancaram e segundo a Ministra da Saúde Marta Temido devem ficar concluídas ainda no decorrer deste ano.

A Unidade de Hemodiálise do Hospital de Chaves foi integrada no Serviço de Nefrologia do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro no dia 1 de março de 2007. Esta unidade apresenta 13 postos de tratamento, funciona com três turnos diários (8h-24h) e desde 2019 que os deputados do PSD, eleitos pelo distrito de Vila Real, mais concretamente a deputada Cláudia Bento, alertava para necessidade urgente de obras para operacionalização do espaço do acesso dos utentes, ampliando a sala e o número de postos, criando zonas de isolamento, bem como assegurar melhores condições de trabalho dos profissionais de saúde que ali trabalham.

A necessitar de obras de remodelação, que segundo a Deputada Cláudia Bento são urgentes até pelo atual contexto de pandemia, a requalificação do espaço foi constantemente reclamada nos debates parlamentares pela bancada do PSD e certo é que a obra, que por diversas vezes esteve para arrancar, ia ficando para segundo plano.

Em maio deste ano, Cláudia Bento voltou a questionar a Ministra da Saúde Marta Temido pelo facto das obras da Unidade de Hemodiálise do Hospital de Chaves continuarem no papel, mesmo depois do Secretário de Estado Diogo Serra Lopes ter dito que ficavam concluídas até final de 2021. A deputada do PSD, eleita pelo distrito de Vila Real, aproveitou também para questionar a ministra sobre a Unidade de Cuidados Paliativos em Chaves que também tinha sido prometida a sua abertura para finais de 2021.

Marta Temido, com as obras da Unidade de Hemodiálise do Hospital de Chaves a decorrer, garantiu que devem ficar concluídas ainda no decorrer deste ano e respondeu ao que considerou ser “um conjunto de questões muito importantes relacionadas com o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro”, dando nota que “a unidade de Cuidados Paliativos de Chaves fica pronta em agosto deste ano e que a de Vila Pouca de Aguiar também se vai manter”, disse no parlamento a Ministra da Saúde Marta Temido.

A deputada Cláudia Bento, que finalmente vê a sua “batalha” pelas melhorias na Hemodiálise de Chaves avançarem, alerta para o facto de “no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro existir carência de inúmeras especialidades e gostava de perceber se serão estas vagas carenciadas tidas em conta no próximo concurso para este Centro Hospitalar e o que prevê o Orçamento de Estado para a falta de médicos no interior”.

Paulo Silva Reis

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso