Governo aumenta o número de bolsas de estudo

2020-09-02 15:17:48

No próximo ano letivo 2020/2021 serão 2230 as bolsas de estudo disponíveis, um aumento de 18% em relação ao ano anterior. O valor anual mantém-se nos 1.700 euros.

O Programa + Superior para o próximo ano letivo vai ser mais generoso para os estudantes que decidam frequentar o ensino superior em regiões do país com menos procura.

O despacho publicado em Diário da República prevê um aumento de 18% no número de bolsas disponíveis em relação ao ano anterior. Sendo assim, no próximo ano letivo serão 2230 as bolsas de estudo do Programa + Superior.

''A bolsa de mobilidade tem o valor anual de 1700 euros, podendo ser majorada em 15% no caso dos estudantes que ingressaram em cursos técnicos superiores profissionais ou através do concurso especial para os titulares das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos'', refere o despacho publicado a 7 de julho.

Na região de Trás-os Montes estão abrangidas as seguintes instituições, a Universidades de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Instituto Politécnico de Bragança.

O Programa + Superior lançado em 2014-2015 é financiado pelo Fundo Social Europeu e visa incentivar e apoiar a frequência do ensino superior em regiões do país com menor procura e menor pressão demográfica por estudantes economicamente carenciados que residem habitualmente noutras regiões. O objetivo é contribuir para a coesão territorial através da fixação de jovens e para a prossecução das metas do Portugal 2020 relativamente ao número de jovens com formação superior.

Os estudantes devem solicitar as bolsas até ao dia 15 de novembro na plataforma BeOn, da Direção-Geral do Ensino Superior. A decisão final sobre a atribuição das bolsas de mobilidade é proferida no prazo de 40 dias úteis a contar dessa data.

Sara Esteves


Registo




Ao efetuar o registo no nosso site está também a subscrever a nossa newsletter

Login



Recuperar acesso