REGIÃO: Cuidados Intensivos reforçam capacidade de resposta

2020-10-27 14:48:02

Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, E.P.E (CHTMAD) reforça capacidade de resposta No âmbito do Plano de Contingência COVID-19 para dar resposta a toda a região.

No âmbito do Plano de Contingência COVID-19 e tendo em conta a situação epidemiológica que se atravessa, a UCI da Unidade Hospitalar de Vila Real do CHTMAD, que integra as unidades Hospital São Pedro de Vila Real, Hospital de Chaves, Hospital de Lamego, Hospital Dom Luiz I – Peso da Régua e a Unidade de Cuidados Paliativos em Vila Pouca de Aguiar, reestruturou, com caráter urgente e também preventivo, as suas áreas, para aumentar a capacidade de resposta aos cuidados de saúde prestados e reforçar a qualidade e segurança dos utentes e profissionais.
Desta forma, a UCI do CHTMAD reorganizou a área dedicada a doentes com infeção pela SARS-COV-2 com 9 boxes com pressão negativa (camas com atmosferas próprias), ajustou e criou circuitos independentes e efetuou o upgrade do equipamento de monitorização. Reforçou, também, o número de ventiladores, bombas e seringas infusoras.
O investimento efetuado de aproximadamente 1 milhão e 400 mil euros, materializou-se, portanto na reconversão de infraestruturas e no reforço de equipamentos nesta área hospitalar, dando resposta ao Plano de Contingência definido pela UCI do CHTMAD.
Entre outras vantagens, esta reestruturação contribuiu para a melhoria da qualidade dos cuidados prestados e para o aperfeiçoamento e manutenção do circuito do doente crítico, permitindo dar resposta adequada aos doentes COVID e não COVID.
Desde o início da pandemia, a UCI prestou assistência a 460 doentes (COVID e não COVID). Atualmente encontram-se 6 doentes internados por infeção SARS-COV-2 no CHTMAD.
A sua área de influência abrange a população de Tarouca, Tabuaço, São João da Pesqueira, Montalegre, Lamego, Chaves, Boticas, Valpaços, Armamar, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Santa Marta de Penaguião, Sabrosa, Ribeira de Pena, Peso da Régua, Murça, Mondim de Basto, Mesão Frio e Alijó.
Abrange ainda, para algumas valências, a parte norte do distrito de Vila Real, a parte sul do distrito de Bragança, o norte do distrito de Viseu e a área leste do distrito do Porto.
O Conselho de Administração reconhece a importância deste investimento e das mais-valias que o mesmo traz para a capacidade de resposta à população a quem presta cuidados de saúde, que só foi possível com o esforço, dedicação e espírito de missão dos profissionais do CHTMAD.

Paulo Silva Reis
Carlos Daniel Morais


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso