REGIÃO: Estrada Nacional 103 no concelho de Chaves não está nos planos do Governo

2021-02-27 11:17:45

Depois de questionado pelos deputados do PSD do distrito de Vila Real o Governo diz que não têm requalificações previstas para a EN 103 no concelho de Chaves.
Os deputados do PSD, eleitos pelo distrito de Vila Real questionaram o Governo sobre as acessibilidades no Alto Tâmega, nomeadamente sobre as verbas orçamentadas para a requalificação da EN103 no concelho de Chaves, nos troços Barracão-Chaves e Chaves-Vinhais, bem como a requalificação do nó de acesso da A24 às Pedras Salgadas e a ligação dos concelhos de Montalegre, Boticas e Valpaços à A24.
Em resposta, do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, aos deputados do PSD na Assembleia da República, o Governo explica que não prevê requalificar a curto prazo a EN103 no concelho de Chaves, garantindo que PNI 2030 identifica apenas a requalificação da EN103 entre Vinhais e Bragança.
A tutela esclareceu que «o Nó de Pedras Salgadas da autoestrada A24 estabelece ligação com as EM 549-1 e EM 549, estradas municipais cuja requalificação não se encontra na esfera da tutela deste Ministério. O percurso desde este nó até Pedras Salgadas apresenta uma extensão de cerca de 5,5 km, estimando-se que a duração do percurso ronde os 7 minutos», começa por dizer o ministro das Infraestruturas e da Habitação
«O acesso a Pedras Salgadas desde a autoestrada A24 pode ainda fazer-se desde o Nó de Vila Pouca de Aguiar, que estabelece a ligação à EN206. Utilizando esta estrada e a EN2, o percurso até Pedras Salgadas apresenta uma extensão de cerca de 8,7 km e uma tem duração estimada de 11 minutos,» sublinha Pedro Nuno Santos, que no que se refere à acessibilidade dos concelhos de Boticas, Montalegre e Valpaços às autoestradas mais próximas, «ou seja, A4, A7 e A24, a totalidade do território de Boticas encontra-se a menos de 30 minutos de percurso até ao nó de uma autoestrada; o concelho de Valpaços tem situação semelhante, à exceção de uma pequena região a norte do mesmo em que o percurso pode atingir os 45 minutos; o de Montalegre é o único que apresenta, desde a sua região noroeste, percursos com tempos que podem atingir, no máximo, os 60 minutos».
Quanto à EN103 em concreto, o PNI2030 identifica a sua requalificação entre Vinhais e Bragança, não havendo ainda uma programação detalhada para o efeito.
«No Concelho de Chaves, não estão previstas intervenções a curto prazo na EN103, encontrando-se o pavimento classificado com um índice de qualidade de razoável,» diz o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, em resposta aos deputados do PSD na Assembleia da República eleitos por Vila Real.


Paulo Silva Reis


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso