CHAVES: Incêndio deflagra no queimador de velas do São Caetano

2021-04-10 10:55:04

Estrutura ficou em risco de colapsar mas já foi reconstruída.

Um incêndio que deflagrou no queimador de velas do Santuário do São Caetano, em Chaves, causou a sua destruição e colocou a estrutura em risco de colapso. O suporte cedido já foi reforçado e reconstruído ‘’para segurança de todos’’.
O incidente aconteceu no feriado de Sexta-feira Santa e foi combatido pelos Bombeiros de Salvação Pública de Chaves.

“Fomos surpreendidos por um violento incêndio no queimador das velas do santuário, que, embora se tenha combatido muito rapidamente graças à pronta ação dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública de Chaves, a quem agradecemos desde já a rápida intervenção e todo o cuidado, na pessoa atenta do seu comandante, que se encontrava nas imediações, não deixou de ter graves consequências’’, destacou o responsável do Santuário que apela ao cumprimento das regras de segurança.

“Muitas vezes, no cumprimento das nossas promessas, esquecemo-nos de que podemos criar um perigo. Mesmo existindo uma estrutura externa para colocar a arder as velas de ‘’cemitério’’, que não apagam ou se danificam, muitos são os que insistem em colocá-las a arder dentro do queimador. Quando os seus plásticos se colam e fundem, elas incendeiam-se e provocam incêndio de toda a cera existente’’.

Uma outra situação colocou também em risco, na última sexta-feira, dia 10 de abril, o Santuário. ‘’Ainda há quem persista em colocar também velas a arder na porta da capela, e hoje, por muito pouco, outro incêndio não começou mesmo ali na porta, devido ao derretimento dos plásticos das velas de cemitério. Não queremos que os peregrinos deixem de, com toda a sua devoção, acender as velas que simbolizam a luz gloriosa que é Cristo. Apenas pedimos que o façam no local apropriado, que é a estrutura de ferro existente ao lado do queimador, para que o Santuário possa continuar a ser seguro para todos. A intenção é cumprida na mesma, seja na porta, seja uns metros ao lado, certamente Nosso Senhor e o nosso padroeiro não se incomodarão se a luz estiver a arder num sítio apropriado’’, escreveu o responsável pelo local.

Sara Esteves
Fotografias DR

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso