REGIÃO: Eurocidade solicita aos dois governos a reabertura da fronteira

2021-04-19 16:16:11

A Eurocidade Chaves-Verín, AECT está a solicitar junto das entidades responsáveis, de Espanha e Portugal a reabertura da fronteira no ponto de passagem em Vila Verde da Raia, em Chaves.

Esta entidade pede uma solução urgente sobre o problema de mobilidade existente entre duas populações, de Feces de Abaixo, no concelho de Verín e de Vila Verde da Raia, em Chaves, habitualmente dependentes do ponto de vista social e económico.

‘’Tal como aconteceu com o encerramento de fronteiras em março de 2020, esta medida demonstra algum distânciamento da realidade deste território. A Eurocidade Chaves-Verín é um conjunto populacional transfronteiriço, que constitui uma área urbana funcional que reúne cerca de 60 mil habitantes; neste território sempre existiu uma enorme permeabilidade nas relações familiares, projectos sociais, iniciativas comerciais e dinâmicas económicas à escala fronteiriça. Estes fatores não se regem pelas fronteiras físicas e traçam o dia-a-dia de uma Eurocidade’’, destaca a AECT em comunicado.

Os dois municípios Chaves e Verín ‘’estão cientes’’ da crise sanitária provocada pela pandemia da Covid-19, que obrigou ao encerramento das fronteiras para contenção da propagação do vírus, mas entendem ‘’que as Eurocidades merecem a implementação de soluções de acordo com as suas características específicas de dependência social e económica e que estas não penalizem os residentes transfronteiriços’’. Para o problema apresentam uma possível solução como ‘’uma medida semelhante ao modelo hispano-francês de fronteiras abertas, mas com controlo sanitário fronteiriço’’.

Em comunicado, a Eurocidade deixa ainda uma palavra de solidariedade a todos os raianos ‘’que se vêm prejudicados com este encerramento, em especial aos do nosso território’’. Destacam também que a decisão do fecho das fronteiras é unicamente dos governos nacionais e que a Eurocidade Chaves-Verín, assim como qualquer Eurocidade da raia luso-espanhola, ‘’não tem jurisdição sobre estes temas’’.

A Eurocidade encontra-se em regime de teletrabalho devido à presença da Polícia Nacional Espanhola na sede para realizar o controlo fronteiriço.

Fotografia: Carlos Daniel Morais


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso