CHAVES: Grande afluência e filas para abastecer

2022-03-05 16:52:54

Desde ontem ao final do dia que se regista uma corrida aos postos de abastecimento de combustível em todo o país. Em Chaves não está a ser diferente.


Depois do anúncio do aumento dos preços dos combustíveis foram muitos os consumidores que rapidamente começaram a “correr” aos postos de abastecimento de combustível em todo o país. Em Chaves as filas começaram a formar-se ontem ao final do dia e o cenário continua este sábado.

De acordo com os preços de referência da Entidade Nacional para o Mercado Energético (Ense), o preço médio do gasóleo simples é atualmente de 1,754 euros por litro e deverá a partir de segunda-feira chegar perto dos 1,90 euros por litro nos postos de abastecimento em Portugal, enquanto o preço médio da gasolina 95, atualmente em 1,795 euros por litro, atingirá os 1,88 euros por litro. Um aumento de oito e 14 cêntimos na gasolina e no gasóleo, respetivamente. O preço do gasóleo ultrapassará a gasolina que ficará mais barata em relação ao diesel.

Em Portugal o aumento do preço nos combustíveis só se fará sentir na segunda-feira, 7 de março, mas a medida já provocou uma reação nos flavienses que originaram filas nas principais bombas da cidade. Os automobilistas aproveitaram o início do fim-de-semana para poupar enquanto o preço não escala.

Em semana de previsão de aumento muitos flavienses cruzam a fronteira para abastecer em Feces de Abaixo em Verín. Um hábito e uma opção que parece não estar a compensar porque no lado espanhol os preços são mais caros do que em alguns postos de combustíveis low cost em Chaves. O preço na bomba de Feces de Abaixo é de 1,72 no gasóleo e na gasolina 95 é 1,79 euros. O aumento em Espanha deu-se esta sexta-feira no valor de 10 cêntimos e apanhou de surpresa alguns condutores que se mostram arrependidos pela viagem.

A confirmar-se em Portugal este será o 10º aumento dos combustíveis em 2022, acompanhando a subida das cotações dos produtos petrolíferos nos mercados internacionais. Muitos apontam a acentuada subida dos preços com a Guerra na Ucrânia.

Com os preços do gasóleo e da gasolina a disparar, na próxima semana, o Governo decidiu prolongar o Autovoucher e aumentar até ao final de março o reembolso de cinco para 20 euros. A medida extraordinária foi anunciada em conferência de imprensa conjunta dos ministros das Finanças e do Ambiente, João Leão e João Pedro Matos Fernandes, ''face à escalada do preço dos combustíveis e ao aumento projetado para a próxima semana, tivemos de agir de imediato'', disse João Leitão. O Governo decidiu também prolongar por três meses o apoio dado a táxis e autocarros, pagando agora 30 cêntimos por litro.

O Autovoucher foi uma das medidas tomadas pelo Governo no final do ano passado com o objetivo de mitigar o impacto da subida dos combustíveis.

Sara Esteves
Foto: Carlos Daniel Morais

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso