REGIÃO: 51 freguesias prioritárias para limpeza de terrenos

2022-03-22 15:36:31

Na região do Alto Tâmega há 51 freguesias consideradas pelo Governo com risco elevado de incêndio florestal e que são prioritárias para limpeza de combustível.


O Governo divulgou a lista das mais de mil freguesias com risco elevado de incêndio florestal e que são prioritárias para limpeza de combustível.

O despacho foi assinado pelos secretários de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, e da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino, e publicado a 22 de março em Diário da República.

Na região do Alto Tâmega há 51 freguesias consideradas prioritárias para limpeza do terreno. O concelho de Montalegre é o que apresenta mais freguesias a necessitar de intervenção, 15 no total. São elas Cabril, Cervos, Covelo do Gerês, Ferral, Morgade, Outeiro, Pitões das Júnias, Reigoso, Salto, Solveira, Tourém, União das Freguesias de Cambeses do Rio, Donões e Mourilhe, União das Freguesias de Paradela, Contim e Fiães, União das Freguesias de Sezelhe e Covelães e União das Freguesias de Venda Nova e Pondras. Segue-se o concelho de Vila Pouca de Aguiar com 11: Alfarela de Jales, Bornes de Aguiar, Bragado, Capeludos, Sabroso de Aguiar, Tresminas, União das Freguesias de Pensalvos e Parada de Monteiros, Valoura, Vila Pouca de Aguiar, Vreia de Bornes e Vreia de Jales.

Em Valpaços foram identificadas como prioritárias 10 freguesias: Argeriz, Bouçoães, Canaveses, Carrazedo de Montenegro e Curros, Padrela e Tazem, Santa Valha, São Pedro de Veiga de Lila, Sonim e Barreiros, Tinhela e Alvarelhos e Veiga de Lila. No despacho o concelho de Chaves surge com nove freguesias: Anelhe, Ervededo, Oura, Sanfins, São Pedro de Agostém, São Vicente, União das Freguesias de Loivos e Póvoa de Agrações, Vidago (União das Freguesias de Vidago, Arcossó, Selhariz e Vilarinho das Paranheiras) e Vilas Boas. Boticas e Ribeira de Pena são os dois concelhos com menos freguesias prioritárias, sete e cinco, respetivamente. Boticas: Alturas do Barroso e Cerdedo, Boticas e Granja, Codessoso, Curros e Fiães do Tâmega, Covas do Barroso, Dornelas, Pinho e Sapiãos. Em Ribeira de Pena são: Alvadia, Canedo, Santa Marinha, União das Freguesias de Cerva e Limões, União das Freguesias de Ribeira de Pena (Salvador) e Santo Aleixo de Além -Tâmega.

Assim, são prioritárias, para efeitos de fiscalização, as 1 001 freguesias identificadas no despacho, de acordo com os seguintes prazos. Entre 1 e 31 de maio de 2022 os terrenos confinantes a edifícios em espaços rurais (numa faixa de 50 metros) e os aglomerados populacionais, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários em espaços florestais (numa faixa de 100 metros). Entre 1 e 30 de junho de 2022 nas redes viária, ferroviária e nas linhas de transporte e distribuição de energia elétrica em muito alta e alta tensão (numa faixa de 10 metros para cada um dos lados), bem como nas linhas de distribuição de energia elétrica em média tensão e na rede de transporte de gás natural (numa faixa de 7 metros para cada um dos lados).

No total, são 1 001 freguesias com risco elevado de incêndio e que são prioritárias para ações de limpeza. Situam-se em 186 concelhos, que estão essencialmente nas regiões do interior Norte e Centro, e Algarve.

Sara Esteves
Foto: DR


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso